Se minha Kombi falasse – por Gabriel Drechsler

 

kombi-1

Meu filho mais velho, Gabriel, se formou na escola e antes de entrar no mundo universitário decidiu ir para o mundo da Patagônia.

Ele e mais dois amigos compraram uma Kombi antiga, customizaram-na e partiram pela América do Sul.

KOMBI-ANTES

As experiências têm sido das mais variadas: pescar, limpar e fazer o próprio peixe, escalar, surfar, nadar em águas geladas, andar à cavalo por paisagens intocadas, parar aqui e ali para dar uma concertada na Kombi (não nos esqueçamos que se trata de uma senhora que luta com firmeza para acompanhar a energia dos meninos) e acima de tudo viver uma vida simples, recheada de descobertas em convívio pleno com a natureza…

kombi--cavalo

 

No início, eu fui um pouco (algo em torno de 100%) contra a compra da Kombi. Fiquei preocupada com as condições do carro, com as estradas, segurança e mais todas aquelas minhocas que as mães têm na cabeça. Preferia que fossem de ônibus, avião…

Gabriel não se arrepende da aquisição:

 

borders12inch_0010_Hue_Saturation-79

Viajar de Kombi – por Gabriel Drechsler

Uma viagem longa como a que estamos fazendo tem três despesas principais (sem atrações extras):

1. Transportekombi-com-prancha

O dinheiro que gastamos para transporte não é só bem menos do que com uma companhia de ônibus, por exemplo, como também  ele sai na hora que queremos e nos deixa exatamente onde desejamos.

2. Hospedagemkombi-barraca

Viajar com a Kombi é ótimo nesse aspecto pois não temos despesa com hospedagem. Podemos dormir quando quisermos e onde quisermos (dormimos bastante já com 5 pessoas dentro sem problema algum).

3. Alimentaçãokombi-fogão

A despesa com comida é o preço do mercado (10x mais barato do que restaurante) e não dependemos de um lugar para comer, podemos cozinhar onde e quando quisermos.

Conclusão: economizamos bastante  e somos independentes.

Um ponto negativo, é que não conhecemos tantas pessoas como se a gente ficasse em hostel. Por isso que damos bastante carona. A vantagem é que  automaticamente a relação  com os passageiros temporários acaba sendo  muito mais próxima.

Além disso, é um sentimento muito bom dirigi-la por paisagens maravilhosas  sabendo que estou sentando em cima do que construímos – traz uma felicidade enorme. A Kombi virou nossa fiel companheira que sempre nos leva ao nosso destino com segurança (às vezes precisamos de uma parada técnica), mas na hora do tudo ou nada ela nunca nos deixou na mão.

kombi-vista

kombi-atolada

Viver na Kombi abri os olhos – mostra o valor das coisas, de diversas maneiras. Desde coisas bem simples até importantes. Por exemplo: banheiro e  ducha quente valem ouro.

kombi-banho

No começo jogamos comida duas vezes fora.  Agora, compramos e consumimos de um jeito que tudo é aproveitado.

Da última vez que fomos em um restaurante (super caro, só consumimos um café pelo acesso à internet), ficamos  babando no prato dos vizinhos e nos  impressionamos  com  a quantidade do que eles não comeram –  metade foi para o lixo.

Virou algo normal jogar comida fora, está no dia a dia de muitos, mas é só sair um pouco da rotina, para ter outra consciência.

kombi-arroz

kombi-panquecas

Viajar te faz mais rico! Claramente!

Essa viagem  abriu mais um horizonte totalmente diferente (a mudança para Alemanha já tinha aberto um segundo horizonte, mas agora tenho um terceiro, quarto, quinto  – um espectro enorme).

kombi-paisagem

kombi-mochila

A Kombi tem tudo que um motorhome tem, mas é camuflada e não parece com um. Ou seja, não temos tantas restrições. Ela precisa sempre de , no mínimo, duas pessoas. Do contrário os custos são muito altos.

O que é bom, pois compartilhamos experiências únicas:

“HAPPINESS IS ONLY REAL WHEN SHARED.” (Into the wild)

kombi-3

borders12inch_0010_Hue_Saturation-79

Opinião de mãe: o amor é reciproco.  A Kombi também está bem feliz. Se safou de mais dia menos dia parar numa garagem de desmanche, ou de fazer sempre os mesmo trajetos. Foi resgatada, recauchutada e com isso deu uma bela guinada na vida. Junto com eles está conhecendo as cores e texturas do nosso planeta.

HOME

cartao-analu-01